Música para casamento: banda, DJ ou orquestra?

Planejamento

Saiba como escolher quem irá animar o seu casamento e conheça as diferenças em contratar uma banda, um DJ e uma orquestra.

Fonte: Del Sol Photography.

A escolha correta do tipo de profissional que irá executar as músicas da sua festa de casamento exige, principalmente, antecedência. É essencial que o casal não deixe este item por último na lista de tarefas a serem vistas e decididas e tenha tempo suficiente para comparar as alternativas e, enfim, fazer a escolha mais acertada.

 

É sempre bom lembrar que bons profissionais na área estão, na maioria das vezes, com suas agendas lotadas e este é mais um importante motivo para se antecipar e garantir a reserva para o seu casamento.

 

Dentre vários itens em um casamento há sempre a possibilidade de economizar, optar por versões mais simples, diminuir as quantidades, etc. Em relação a música, economizar significa “brincar com a sorte”. Sendo assim, leve em conta a recomendação de amigos e evite contratar profissionais que não tenham experiência comprovada no mercado. Se possível, veja uma apresentação ao vivo ou, no mínimo, assista aos vídeos da atuação dos profissionais antes de, efetivamente, contratá-los.

 

Confira, a seguir, as diferenças em contratar banda, DJ e orquestra para animar o seu casamento:

 

BANDA

Se a intenção dos noivos é se divertir, cantar e dançar até o sol raiar, a contratação de uma boa banda é a opção mais apropriada. Uma banda é capaz de “segurar” os convidados na festa e manter o clima animado por longas horas. Com habilidade, o líder da banda pode fazer brincadeiras e coreografias, ficar atento às preferências dos convidados e adaptar o repertório para melhor agradar a todos.

É certo que uma boa banda pode ter um custo mais alto devido ao número de participantes e estrutura envolvida, mas o resultado é pura diversão. Fique atento ao número de horas que a banda se propõe a tocar. Dependendo do número de horas haverá a necessidade de se contratar um DJ para continuar a festa e entreter os convidados.

 

Fonte: Banda Lumine.

 

DJ

A escolha de um DJ demanda um custo mais acessível se comparado com uma banda ou orquestra. Além disso, a contratação desse profissional é perfeita para casamentos em que não há muito espaço disponível.

A banda, sem dúvida, causa um impacto visual mais forte e marcante, mas a desenvoltura, as performances e a sintonia do DJ com o público são perfeitamente capazes de contagiar os convidados mantendo-os animados durante toda a festa.

 

Fonte: Casamento e Beleza.

 

Orquestra

A orquestra, diferentemente do que alguns noivos possam pensar, não toca apenas músicas clássicas e, ao contrário, possui um repertório muito variado abrangendo vários estilos com o intuito de agradar diferentes públicos – contemporânea, temas de filmes, pop, rock, folk, MPB, entre outros.

A formação da orquestra é muito particular, assim como o número de instrumentos envolvidos. Em casamentos mais clássicos pode ser a escolha perfeita para animar a festa e, ao mesmo tempo, proporcionar uma música ao vivo de qualidade, em grande estilo.

 

Fonte: Harmonium.

 

5 Dicas simples para não errar na contratação da banda, DJ e orquestra

 

  1. Contrate a música com antecedência. É comum a agenda de bandas, DJs e orquestras estarem lotadas já para o ano inteiro. Então, não perca tempo!

 

  1. Se o orçamento não é necessariamente um grande problema, que tal investir em uma orquestra para a cerimônia, banda para animar a festa e DJ nos intervalos da banda?

 

  1. Tenha tudo especificado em contrato e, desta forma, evite surpresas. Atenção, principalmente, ao número de horas que a banda, DJ ou orquestra irá tocar, e aos custos adicionais caso, no dia do casamento, haja a possibilidade de estender este horário.

 

  1. Evite valores muito baixos. O mercado possui, naturalmente, uma faixa média de valores para casa tipo de profissional. Pagar muito mais barato pode ser, então, uma péssima ideia, afinal, você está colocando a animação da sua festa de casamento nas mãos desse profissional.

 

  1. Peça para olhar o repertório da banda, DJ ou orquestra, e não deixe de opinar. Dê sugestões e converse sobre as suas preferências – inclusive, esclareça sobre músicas que não devem ser tocadas. O repertório deve estar alinhado com o estilo dos noivos, do casamento e dos convidados e ser, de preferência, bastante abrangente.

 

 

Acesse o site Nós vamos casar, crie um site para o seu casamento e agilize a organização do seu evento. É rápido, fácil e gratuito!

 

 

Fonte:

Inesquecível Casamento – 7 passos para escolher a banda de casamento

Noiva do Dia – O que contratar para a recepção do casamento: banda ou DJ?

Folha UOL – Orquestras, bandas e DJ’s oferecem repertórios variados para casamentos

Foi Perfeito – As vantagens de escolher uma orquestra para o seu casamento

Música para casamento | DJ, banda e orquestra

 

Fonte Imagens:

Del Sol Photography – 4th july wedding at Beach Palace Cancun – Gina and Mark

Casamento e Beleza – DJ para casamento

Banda Lumine

Harmonium


Compartilhe nas redes sociais
Nós Vamos Casar

Blog com dicas, entrevistas e inspirações para o seu grande dia.





Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Imagem CAPTCHA

*